Menu Navegação

Quem sou eu

Minha foto
Durante 25 anos apoiei a formação de equipes e líderes, bem como busquei ser uma pessoa melhor, respeitando meus valores e mantendo um posicionamento ético diante da vida. Neste momento me entrego à minha missão de vida. A vivência adquirida até aqui me levou à uma visão crítica da maturidade dos ambientes corporativos em pequenas, médias e grandes empresas, bem como dos comportamentos que possibilitam estratégias eficazes para alcance de resultados e formação de equipes altamente produtivas e colaborativas. Minha busca é para que as pessoas busquem seu empoderamento e tenham as rédeas da própria vida nas mãos, perseguindo a felicidade como sua principal meta. Esta formação se dará através de consultorias e treinamentos comportamentais, workshops, palestras motivacionais e personal e/ou professional coaching.

domingo, 6 de março de 2016

Carreira - O Desemprego e o Plano B!

Sigo com a nova série dedicada à Carreira. 
=====================================================

Ficou curioso?! Sabe por que?! Porque você já sabe que não há emprego para todos! Ponto! Isso mesmo! 
Mas e agora?

Até pouco tempo acreditávamos que o capitalismo iria prover empregos para as próximas gerações, e que só seriam empreendedores aqueles que quisessem ou tivessem aptidão para este caminho. Estávamos enganados.

Dormimos num dia e acordamos no outro com as manchetes e indicadores apontando a taxa crescente e perturbadora de desemprego. Resultado de uma economia que desacelera.



É sabido que o melhor momento para o plano B é quando não precisamos dele. 

Mas se o plano B for o que se pode fazer porque o plano A já não existe, então precisamos mudar. Mudar a forma de pensar. Mudar a forma de olhar para as coisas. Olhar para as oportunidades sem preconceitos. 
Precisamos despir o manto sagrado da carreira que nos manteve até aqui e buscar onde é que o trabalho existe. 

Você já deve estar cansado de ouvir que o empreendedorismo é arriscado, que não é para todos, blá, blá, blá. Ok, mas as pessoas que ficam lhe colocando medo estão confortáveis vivendo do resto de oxigênio que ainda existe por aí. Mas todos terão de mudar, então que seja já!
Não estou dizendo que devemos nos colocar em risco. Sejamos prudentes. Estou dizendo que não devemos ficar aguardando que alguém resolva como vamos ganhar a vida, pagar nossas contas e seguir com dignidade o nosso caminho.


Vamos abrir os olhos, vamos ler, vamos avaliar o que nos chega, observar e conversar com as pessoas que conhecemos. O que sentimos falta? Onde está o caminho que dependa apenas da nossa capacidade de entrega?



Quem pode nos ajudar nesta jornada e pensar junto conosco sobre ela? Quem tem otimismo e confiança em si mesmo para o esforço que nos será exigido? 

Vamos nos lembrar de que as pessoas mais prósperas deste século foram aquelas que INOVARAM. Aquelas que desenvolveram algo que ninguém enxergou que poderia ser um caminho. Estavam à frente e quando a demanda chegou elas estavam prontas para atender e usufruíram dos resultados daquele período de esforço empregado quando ninguém acreditava naquele caminho.



ABRAM OS OLHOS E OS OUVIDOS!

2 comentários:

  1. Achei seu artigo muito interesssante! Para driblar a crise eu encontrei um site com várias vagas de emprego bacanas: http://vagadeemprego.liste.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Carol. Manter-se atenta às vagas existentes garantirá a recolocação em menor tempo. O que é importante é que você não aguarde apenas que o emprego venha, mas que faça algo que só dependa de você. Um plano B de fato. Sorte pra você e obrigada pelo comentário.

      Excluir

Deixe aqui a sua opinião